Em 2013, os americanos gastaram mais de US $ 7 bilhões em cirurgia plástica. Do aumento do peito à rinoplastia, os procedimentos para mudar nossa aparência estão se tornando cada vez mais comuns. Mas essas cirurgias não vêm sem riscos.

Para muitas pessoas, passar por uma faca é um pensamento muito assustador. Se você está pensando em cirurgia plástica, é importante que esteja ciente dos benefícios e dos riscos. Aqui estão algumas das mais comuns e mais faladas sobre complicações cirúrgicas cosméticas.

1. Hematoma

Hematoma é um bolso de sangue que se assemelha a uma hematoma grande e doloroso. Ocorre em 1-6 por cento dos procedimentos de aumento mamário e é a complicação mais comum após um remate facial. O hematoma é um risco em quase todas as cirurgias, e o tratamento às vezes inclui operações adicionais para drenar o sangue.

2. Dano nervoso

O potencial de lesão nervosa está presente em muitos tipos diferentes de procedimentos cirúrgicos. O entorpecimento e o formigamento são comuns após a cirurgia plástica e podem ser sinais de danos nos nervos. A maioria das mulheres experimenta uma mudança na sensibilidade após a cirurgia de aumento mamário e 15 por cento perdem permanentemente a sensação do mamilo.

3. Infecção

Embora os cuidados pós-operatórios incluam etapas para reduzir o risco de infecção, continua a ser uma das complicações mais comuns da cirurgia plástica. Em cirurgias de mama, por exemplo, a celulite ocorre na 2-4 por cento das pessoas. Em alguns casos, as infecções podem ser internas e graves, exigindo antibióticos IV.

4. Trombose Veia Profunda e Embolia Pulmonar

A trombose venosa profunda (TVP) é uma condição em que os coágulos sanguíneos se formam nas veias profundas, geralmente na perna. Quando esses coágulos se separam e viajam para os pulmões, é conhecido como embolismo pulmonar (PE). Embora relativamente incomum, essas complicações podem ser fatais.

5. Cicatrização

A cirurgia geralmente resulta em algumas cicatrizes. Uma vez que a cirurgia estética procura melhorar a maneira como você olha, as cicatrizes podem ser particularmente preocupantes. A cicatrização hipertrófica, por exemplo, é uma cicatriz aumentada anormalmente vermelha e grossa que ocorre após 2-5 por cento dos procedimentos de aumento mamário.

6. Insatisfação com aparência geral

Embora a maioria das pessoas esteja satisfeita com seus resultados pós-operatórios, a decepção com os resultados é uma possibilidade real. As pessoas que se submetem a cirurgia de mama podem experimentar problemas de contorno ou assimetria, enquanto aqueles que sofrem cirurgias faciais simplesmente não gostam do resultado.

7. Dano de órgãos

A lipoaspiração pode ser traumática para os órgãos internos. Perfurações viscerais ou punções podem ocorrer quando a sonda cirúrgica entra em contato com os órgãos internos. Reparar essas lesões pode exigir cirurgia adicional.As perfurações também podem ser fatais.

8. Complicações de Anestesia

A anestesia é a prática que permite que os pacientes se submetam a uma cirurgia sem sentir o procedimento. Anestesia geral, onde a medicação é usada para torná-lo inconsciente, às vezes pode levar a complicações. Estes incluem infecções pulmonares, acidentes vasculares cerebrais, ataques cardíacos e morte. Os riscos mais comuns de anestesia incluem despertar confuso e desorientado e tremores. Uma complicação menos comum é a consciência da anestesia ou o despertar no meio da cirurgia.

9. Seroma

Seroma é uma condição que ocorre quando o soro de seu sangue fica embaixo da superfície da pele, resultando em inchaço e dor. Parece uma grande bolha. Isso pode ocorrer após qualquer cirurgia, e é a complicação mais comum de uma abdominoplastia. Como os seromas podem se infectar, eles geralmente são drenados com uma agulha, efetivamente removendo-os, embora haja uma chance de recorrência.

10. Perda de sangue

Tal como acontece com qualquer cirurgia, espera-se uma perda de sangue. No entanto, a perda de sangue descontrolada pode levar a uma queda da pressão arterial com resultados potencialmente mortais. A perda de sangue pode acontecer na mesa de operação, mas também internamente, após a cirurgia.

The Takeaway

Tal como acontece com a maioria das cirurgias, as complicações da cirurgia plástica são mais comuns em certas pessoas. Por exemplo, pessoas obesas e idosas são mais propensas a complicações.

Você pode reduzir seu risco de sofrer esses efeitos indesejados, examinando completamente as credenciais do seu médico e investigando a instalação onde sua cirurgia acontecerá. Educar-se sobre o procedimento e os possíveis riscos, e discutir suas preocupações com seu médico também o ajudará a gerenciar suas expectativas e reduzir o risco de complicações.